Comercializamos e tratamos as madeiras a par com as melhores práticas mundiais

Abeto

Abeto
(
Picea Abies)

Pinho Radiata

Pinho Radiata
(Pinus Insigni
s)

Pinho Silvestre

Pinho Silvestre
(Pinus Sylvestri
s)

Outras espécies

Outras espécies
(
Pinus Pinaster; Pseudotsuga menziesii; Cryptomeria japónica)

madeiras maciças

Madeiras maciças

A madeira maciça continua a ser um dos materiais de maior resistência. Como o nome diz, são usados perfis inteiros de madeira sem adição de fibras, colas ou outros materiais.
Esta, seca rapidamente e permite bons acabamentos, sendo ideal tanto para interior como para o exterior. Adequada para mobiliário e construção, tanto para carpintaria como estrutura.
 
Vantagens deste material:
  • Polivalência;
  • Grande variedade de secções (barrotes, ripas, tábuas, vigas).

Madeiras lameladas

A madeira lamelada colada apresenta um grande conjunto de vantagens comparativamente a outros materiais usados em estruturas: em média, a sua relação resistência/peso é 1,3 vezes superior à do aço e 10 vezes superior à do betão). Assim, é considerado um excelente material de construção utilizado para construções avançadas e exigentes, permitindo configurar os espaços interiores de múltiplas formas.
 
Vantagens deste material:
  • Elevada resistência mecânica à flexão, compressão, tração e corte;
  • Alta estabilidade dimensional;
  • Ecológico;
  • Leve e com textura uniforme.

 

as_madeiras
tratamentos

Para além da comercialização da madeira, efetuamos também o respetivo tratamento preventivo:

· O tratamento da madeira em autoclave é um processo tecnológico que incorpora mecânica e química, permitindo impregnar profundamente a madeira com produtos inseticidas e fungicidas.

· No tratamento por imersão recorremos a tecnologia que nos garante uma elevada produtividade e eficácia ao nível das melhores práticas mundiais, tendo a capacidade para tratar de uma forma automática, vigas com secções que podem ir até 40cm x 120cm, com base no método de impregnação superficial (NP2 e NP3).

Este tratamento é utilizado numa elevada diversidade de madeiras e assegura as seguintes classes de risco/uso (segundo a norma EN335-2):

· Classe 1 – Aplicação no interior protegido, seco;
· Classe 2 – Aplicação no interior protegido, ocasionalmente húmido;
· Classe 3.1 – Aplicação no exterior, acima do solo, protegido / abrigado;
· Classe 3.2 – Aplicação no exterior, acima do solo, desprotegido / desabrigado;
· Classe 4 – Aplicação no exterior em contacto com o solo e/ou água doce.
tratamentos